Lissauer faz balanço dos trabalhos legislativos de 2022: “positivo e de bons resultados”

Próximo do término de sua gestão, o presidente da Alego apresentou o balanço de todas as ações desenvolvidas ao longo do ano e ressaltou o comprometimento parlamentar dos deputados da 19ª Legislatura
Destacando a alta produtividade dos trabalhos legislativos empreendidos ao longo deste ano, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSD), avaliou como “positiva e de bons resultados” as atividades parlamentares desenvolvidas em 2022. Segundo o líder do Parlamento goiano, o Plenário da Casa de Leis deliberou nos últimos dez meses mais de dois mil projetos. Ao todo, desde o início da 19ª Legislatura, foram apreciadas 6.790 proposituras, sendo 3.077 em 2019; 1.743 em 2020; 1.970 em 2021 e 2.069 neste ano.
“Com o empenho, compromisso e dedicação de cada parlamentar, tivemos mais um ano positivo e de bons resultados para a população goiana. Deliberamos em 2022 mais de dois mil projetos de interesse do nosso estado; ações que, sem dúvidas, trouxeram bons frutos para a vida dos goianos. Encerro esse ano e essa 19ª Legislatura com o sentimento de missão cumprida, certo de que contribuímos efetivamente para o avanço e desenvolvimento de todo o estado de Goiás”, disse Lissauer Vieira.
O presidente da Alego destacou ainda a atuação republicana e de diálogo de todos os parlamentares goianos, sobretudo, no que tange às matérias polêmicas enviadas pela governadoria, à Casa. “Tivemos na pauta de votações deste ano matérias bastante complexas e que, inclusive, fui contra; como a taxação do agro, mas mantivemos nossa conduta democrática, de diálogo e respeitando sempre o Regimento Interno e o voto da maioria”, pontuou.
No total, entre fevereiro e dezembro de 2022 foram contabilizados 2.069 projetos apreciados, sendo 688 de autoria parlamentar; 230 da governadoria; 30 de outros órgãos e Poderes; 4 da Mesa Diretora; 3 emendas constitucionais; 1 Parecer Favorável de Comissão; 133 vetos e 980 requerimentos apresentados.
Sessões extraordinárias

Além destes, outros projetos serão deliberados ainda neste ano em sessões extras que foram iniciadas nesta terça-feira, 27. Segundo o edital de convocação, publicado do Diário Oficial da Alego, as sessões extraordinárias têm como objetivo apreciar a matéria que trata da alteração do subsídio dos deputados estaduais, do governador, do vice-governador e dos secretários de Estado, assim como outras que se fizerem necessárias.