”Escola Cunha Bastos: do sonho à realidade”, enfatiza Lissauer durante inauguração da unidade escolar, em Rio Verde

Responsável pela viabilização da retomada das obras do Centro de Ensino, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) celebrou a entrega do prédio, agora totalmente reestruturado e mobiliado

Após 12 anos de espera foi reinaugurado e entregue para a comunidade escolar na manhã desta segunda-feira, 31, em Rio Verde, o Centro de Ensino em Período Integral (Cepi) Cunha Bastos. A solenidade, que contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB), do governador Ronaldo Caiado (DEM), da titular da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), Fátima Gavioli e outras autoridades, foi marcada por palavras de gratidão por parte dos alunos e professores que aguardavam há mais de dez anos a entrega da unidade, cuja reforma começou em 2008 e foi paralisada pela gestão anterior.

Representante do município e um dos principais responsáveis pela articulação junto ao governo estadual para a retomada da construção da escola, o chefe do Poder Legislativo comemorou a reinauguração do Centro de Ensino. Segundo ele, um “dia histórico” para toda população rio-verdense. “Para nós hoje é um dia histórico porque essas cobranças foram exaustivas, tanto dos pais, alunos, professores e toda a comunidade do nosso município. Finalmente estamos entregando essa importante obra que prova, mais uma vez, que quando se tem um governo que usa o dinheiro público em favor de benefícios para a população, os resultados acontecem. É um sonho que se torna realidade”, enfatizou Lissauer.

Em seu discurso, o presidente da Alego reforçou ainda a necessidade de priorizar áreas essenciais como a educação e ressaltou as ações desenvolvidas pelo Governo de Goiás em prol da rede pública de ensino do estado. “Essa obra também demonstra a responsabilidade de um governo que prioriza a educação, com escolas limpas, bem cuidadas e com um ambiente agradável para os nossos alunos. E não para por aí, além da entrega do Cunha Bastos, outras duas escolas do nosso município também serão beneficiadas. Sem dúvidas, conquistas extremamente importantes para todos nós”, assinalou.

Por sua vez, o governador Ronaldo Caiado evidenciou o curto prazo das obras finais e destacou o papel transformador da educação. “Transformamos essa obra, parada há 12 anos, em realidade em apenas oito meses. Estamos aqui para alavancar o que eu mais acredito como sendo um fator que revoluciona, modifica e dignifica as pessoas, que é a educação. Isso também abre a possibilidade de nossas crianças concorrerem neste mundo tão competitivo”, pontuou.

Marcaram presença na solenidade de reinauguração o presidente do Departamento Estadual de Trânsito Goiás (Detran-GP), Marcos Roberto Silva; deputado estadual Chico KGL; chefe de Gabinete Luiz Carlos Pasquim, representando o prefeito Paulo do Vale; os superintendentes da Seduc Rita de Cássia, Pedro Aurélio e Rodolfo Afonso; além de representantes das polícias Civil e Militar, e de gerentes, gestores, coordenadores, professores, servidores e alunos da rede estadual.

Ainda no município, o presidente do Legislativo goiano também visitou as obras em andamento da nova Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Rio Verde, cuja inauguração está prevista para a semana que vem. Situada no Ponto Shopping, a unidade passará a contar com estacionamento, espaço adequado para vistorias de competência do Detran-GO e localização privilegiada, já que fica na região central da cidade.

Retomada das obras

A reinauguração da Escola Estadual Cunha Bastos é uma demanda antiga da população rio-verdense, que acompanhou de perto o abandono das obras pela gestão anterior por 12 anos. Iniciada em 2008, a construção precisou ser demolida pouco tempo depois devido a problemas estruturais. Em dezembro do ano passado, o governador Ronaldo Caiado quitou a dívida deixada pela administração anterior, no valor de mais de R$ 350 mil, e negociou a retomada do serviço. Ao todo foram aplicados mais R$ 670 mil para conclusão do empreendimento, totalizando mais de R$ 1 milhão investidos.

O novo prédio do Cepi Cunha Bastos conta com área total de 1,5 milhão metros quadrados e com 787 metros quadrados de espaço construído. A unidade está equipada com mobiliário, carteiras, mesas, armários, internet e todos os materiais necessários para seu funcionamento. O projeto arquitetônico traçado inclui cinco salas de aula, bloco administrativo – onde estão a coordenação e as salas multiuso e de professores, direção, secretaria, banheiros, almoxarifado, cozinha com despensa, depósito de material para limpeza, área de serviço, biblioteca, espaço para o recreio e laboratório de informática.

História

Fundada em 1948 pelo ex-deputado federal César da Cunha Bastos, a escola funcionava na época de sua fundação uma associação de pais. O parlamentar, que deu nome à unidade escolar, nasceu em Rio Verde no dia 28 de novembro de 1898, filho de Luís da Cunha Bastos e de Ana de Abreu Bastos. Estudou no Liceu de Goiás, na cidade de Goiás, antiga capital do estado, bacharelando-se pela Faculdade de Direito do Rio de Janeiro, então Distrito Federal, em 1925.

Eleito deputado federal por Goiás em pleito complementar realizado no início de 1929, Cunha Bastos exerceu seu mandato de novembro de 1929 a março de 1930, ainda na 13ª legislatura. Nesse último mês, foi reeleito para a 14ª legislatura. Exerceu o mandato até 24 de outubro de 1930, quando a vitória da Revolução de 30 suspendeu o funcionamento das casas legislativas do país. O parlamentar faleceu em Goiânia no dia 14 de dezembro de 1992. Além do nome dado à escola, também foi criada a Fundação César Bastos — Núcleo de Pesquisas e Atividades Interdisciplinares.